Quando iniciei a mudança para   um estilo de vida mais saudável, só pensei nas conquistas a fazer; não me passaram pela cabeça as batalhas perdidas. Estamos em Abril, e nestes  4 meses, estabeleci mudanças de comportamento e consumo, mas,  lamento admitir, há contratempos. Hoje partilho aqui o caminho percorrido desde Dezembro.

Avanços e conquistas:

Na cozinha

Recuso sacos de plástico e outros, uso os meus reutilizáveis, adoptei sacos de lixo biodegradáveis;

Faço yogurtes e doces caseiros;

Comecei a frequentar mercados bio e iniciei compras a granel;

Adquiri esponjas de loiça biodegradáveis, sabão para loiça, faço em casa o detergente da máquina da loiça, reduzi as lavagens de loiça manuais;

Aderi aos Bee wax wraps (uso para comprar queijo e para guardar salsa e coentros no frigorífico;

Iniciei a compostagem;

Reduzi os desperdícios e diminuí o número de embalagens.

Na casa de banho

sabão artesanal o-mundo-ao-contrario
shampoo sólidoo-mundo-ao-contrário

Comprei escovas de dentes de bamboo, pasta de dentes e elixir orgânico;

Uso cotonetes de bambu;

Mudei para o champô sólido;

Deixei de usar toalhetes desmaquilhantes descartáveis e fiz uns de algodão;

Adquiri toalhetes reutilizáveis para remover verniz das unhas;

Limpeza

Há anos que uso detergente multiusos feito em casa à base de vinagre;

Voltei a fabricar regularmente detergente para a máquina da roupa;

Uso menos vezes a secadora da roupa;

As batalhas perdidas/ Recuos

A HIGIENE DO CÃO: Este é o meu maior contratempo. No início ainda tentei usar toalhas de algodão para limpar o xixi, colocar um tapete para ele se habituar a fazer as necessidades, mas desisti ao fim de dois dias: foi um desastre! Ele era muito pequenino e dormia dentro de casa, imaginem   a cozinha de manhã….  Rendi-me então  aos  tapetes descartáveis e usei metros de rolo de papel de cozinha para limpar o chão;

Para o treinar, compro uns micro biscoitos que vêm numa embalagem de plástico, pretendo  fazer biscoitos de treino em casa;

Embora use sacos de higiene biodegradáveis, ando à procura de alternativas (é muito saquinho por dia!);

Para além do cão, com a aproximação da chegada do corona vírus, fiz uma grande compra online e arrependi-me no momento em que chegou. Nem me tinha ocorrido que viria tudo  em sacos de plástico!!! Fiquei realmente chocada com a quantidade;

Também devido ao vírus, deixei de levar o saco do pão quando vou à mercearia, voltei a comprar embalagens de queijo e fiambre, e a aceitar o saquinho de plástico na peixaria e no talho;

As viagens  semanais ao Ecoponto pouco diminuíram (este mês já foram 5), considero que ainda tenho um longo caminho a percorrer;

Este é o balanço ao fim de 4 meses, a mudança é lenta, aos poucos vou-me adaptando (e a família por arrasto). Sinto que estou num jogo de telemóvel:   lentamente vou subindo degraus e atingindo objetivos, mas como nos jogos, certos níveis são  difíceis de ultrapassar. Sabia desde o início que a mudança não é nem pode ser imediata, não estou frustrada com o que ainda não atingi. Olho para as conquistas com orgulho, e sigo em frente já a pensar na próxima vitória.

E por aí, também está nesta viagem? Quais as maiores dificuldades que tem sentido? Qual a sua maior conquista? Deixe aqui o seu testemunho, Obrigada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.