Reduzir o consumo de plástico: 5 dicas  para começar Já a mudança
  1. Usar guardanapos de pano. Esta foi para mim uma das mudanças mais fáceis de fazer. Sempre tive guardanapos de pano em casa, tenho dezenas, uns que herdei da minha avó (ao fim de uns 70 ou mais anos de uso, continuam imaculados), outros que fui comprando ao longo dos anos. Para os identificar, temos argolas de guardanapo diferenciadas. Quando era criança não se usavam guardanapos de papel, e guardávamos o guardanapo num saquinho de pano.

guardanapo de pano
água da torneira

2- Beber água da torneira

Não me lembro de quando deixei de comprar água engarrafada. Bebemos água da torneira: Quem   mora em regiões onde a água da torneira nem sempre sabe bem (estou-me a lembrar do Algarve), pode optar por garrafas de vidro que são reutilizáveis (paga um depósito na altura da compra e ao levar a garrafa ao supermercado, o depósito é devolvido), experimentar ferver a água, utilizar um filtro de carvão ativado (não é o ideal para águas com elevado teor de calcário) ou instalar filtros na torneira. Há várias opções. 

Photo by Jacek Dylag on Unsplash

Em relação aos filtros de água, saiba mais neste artigo do do e-konomista.

https://www.e-konomista.pt/filtro-de-agua/

A cadeia Auchan tem em algumas superfícies máquinas da água (com e sem gás), onde pode reutilizar as suas garrafas.

zero waste bags

3- Usar sacos reutilizáveis (de pano) quando compra legumes e fruta, ou uma caixa de madeira/cartão e recusar os sacos de plástico.

Lanço aqui um desafio: quando for comprar legumes, observe a quantidade de sacos de plástico utilizados. São milhões por dia!!! A maioria das pessoas já utiliza um saco grande para as compras; o próximo passo é não trazer do supermercado sacos de plástico descartáveis e usarmos os nossos (podem até ser de plástico). Não precisa de comprar sacos de pano, utilize os que tem em casa, ou faça os seus reaproveitando tecidos.

4- Comprar a granel. Alguns supermercados como o Auchan e os supermercados Bio já têm uma zona dedicada aos produtos a granel. Pelo país fora existem pequenas mercearias de venda a granel.

Pode parecer uma medida complicada de implementar à partida, pois ainda há muitos produtos que não existem à venda nas lojas a granel (leite, manteiga, congelados, etc), no entanto, para a maioria dos produtos que temos na despensa, há alternativa.

As compras a granel são muito apelativas,  a mudança foi gradual, fui substituindo o que tinha à medida que acabava. No início comprava apenas alguns produtos, aos poucos fui aumentando o número e a variedade. Quando tenho de ir ao supermercado (comecei a frequentar o Auchan), a secção de granel é sem dúvida a minha preferida. Levo os meus saquinhos, abasteço a quantidade desejada e peso. Procuro ainda comprar em pequenas lojas de comércio local, a minha de eleição é a granelinha em Carcavelos.

https://www.facebook.com/granelinha/

mapa lojas a granel

No site https://agranel.pt/, encontra um mapa com todos os postos de venda a granel no país. É uma boa ajuda.

Falar de compras a granel é também falar da Maria Granel https://www.mariagranel.com/

Talvez a maior loja e com mais variedade de produtos existente; a proprietária Eunice Maia é uma verdadeira inspiração para quem procura adoptar um estilo de vida mais sustentável, tendo  editado um livro dedicado ao tema da sustentabilidade com dicas e conselhos muito úteis – Desafio Zerohttps://www.mariagranel.com/produto/desafio-zero/

5- Andar sempre com uma garrafa reutilizável para não ter de comprar água embalada em plástico. Não podia ser mais fácil. Hoje em dia as opções de garrafas de água são tantas que não há desculpa para não ter uma. Há inclusive empresas que personalizam a sua garrafa com fotografias, desenhos ou frases. Do que está à espera para adquirir a sua ou andar sempre com ela?

https://www.facebook.com/takeitgifts/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.