Adeus 2020

Adeus 2020

O meu balanço de 2020.

No início do ano, propus-me a mudar os meus hábitos de consumo e a adoptar um estilo de vida mais sustentável.

Mudei muito no caminho da sustentabilidade, alterei e adquiri novos hábitos, tento manter um equilíbrio na forma como consumo, não caindo em exageros. Reduzi ainda mais o consumo de carne e adoptei uma ementa vegetariana 2 vezes por semana.

Fui fazendo o caminho aos poucos, deixei de comprar algumas coisas que posso fazer em casa, outras espero que terminem e então faço a mudança. Felizmente que a alternativa é já muito grande em muitos sectores.

Consegui atingir a maioria dos objectivos traçados no campo da sustentabilidade. Da cozinha à moda, muitas foram as mudanças implementadas e das quais me orgulho. Tenho mais trabalho na organização e planeamento (hoje em dia abasteço-me em várias lojas), que é largamente compensado na satisfação de saber que estou a contribuir para um mundo melhor.

A mudança mais significativa.

Considero que a maior mudança foi a compostagem, escrevi um post sobre o assunto em Setembro (https://www.o-mundo-ao-contrario.com/compostagem-domestica-o-que-e-como-fazer-passo-a-passo/ ), reduzi em muito o lixo gerado (considerando que cerca de 40% do lixo doméstico é orgânico).  Hoje em dia consumimos e desperdiçamos menos. Há ainda um longo caminho a percorrer essencialmente no que toca ao supermercado. A mudança na higiene diária também foi significativa. Com alguns contratempos, o balanço é positivo. Acima de tudo tomei consciência de que consumimos em excesso e que tal não é sustentável num futuro próximo.

O Maior Desafio

Se por um lado as mudanças na cozinha e compras de supermercado são as mais fáceis de implementar, por outro são também as mais dificeis. Há ainda muitos produtos que não são vendidos a granel, e que tenho de comprar embalados: lacticínios, arroz, açúcar, carne e peixe (por causa da pandemia, deixaram de aceitar os meus recipientes no talho e peixaria), alguns produtos de higiene, outros para que possa fazer detergentes (já existem alguns vendidos a granel, mas nem sempre existe stock disponível). Como já o disse, é um caminho com altos e baixos.

Marcas que adoptei

Não posso deixar de falar nas marcas e lojas que entretanto conheci, experimentei e das quais me tornei cliente.

São elas a mindthetrash, loja online de desperdício zero. https://mindthetrash.pt/ ,

A Unii-organic, marca  de cosmética orgânica https://organii.com/

A MPL-daily, da Mafalda Pinto Leite. Sigo as suas receitas há anos, adquiri alguns produtos dos quais sou fã, nomeadamente a linha de serum facial, que uso diariamente. https://www.mafaldapintoleite.com/

Destaco ainda as lojas a granel onde sou cliente habitual:

Maria Granel https://www.mariagranel.com/

Granelinhaa em Carcavelos

Não podia faltar a Yogurtnest (como tudo começou), tenho um post inteiramente dedicado a esta maravilhosa bolsa onde faço iogurtes e asseguro que há um ano que não compro iogurtes! https://yogurtnest.com/

Em relação a contas de Instagram sigo a Catarina Barreiros, autora do Blog Do Zero,  e verdadeira inluencer no que toca ao tema da sustentabilidade. A Catarina leva-nos a pensar, questionar  e reflectir sobre as nossas escolhas diárias. Estou verdadeiramente grata por a ter encontrado. Não só alterei alguns comportamentos depois de ler os seus posts, como estou mais atenta a questões como o  greenwashing e se o natural é realmente sustentávelLeiam os artigos do Blog, oiçam o Podcast e não se fiquem só pelo Instagram. Vale a pena. https://do-zero.pt/

2021

Em 2021 pretendo não só continuar este caminho, como convencer a família a adoptar algumas medidas (reticentes nalgumas trocas…). Hoje em dia já só temos um saco de reciclagem por semana (eram 3 ou 4 no início do ano), e pretendo reduzir ainda mais. Quero também iniciar uma pequena horta em casa, vou começar a ler sobre o assunto.
Um Feliz 2021 a todos, com a esperança de que estes dias  estranhos que todos vivemos possa ter um fim e que possamos regressar ao contacto e convívio diário sem medo, restrições e com a segurança de outrora.

Também está a caminho de uma vida mais sustentável? Qual a sua maior conquista até agora? Quais os maiores desafios?

No Comments

Post A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.