Custom Pages
[vc_separator type='transparent' color='' thickness='' up='20' down='7']
Portfolio
[vc_separator type='transparent' color='' thickness='' up='20' down='7'] [vc_separator type="transparent" position="center" up="12" down="16"]
 
socialização do cão

A importância da socialização do cão

A vida social do Charlie: importância da socialização

Já todos ouvimos falar que os cachorros não devem ser retirados à mãe antes das 8 semanas. Para além da amamentação nos primeiros tempos, é fundamental que a ninhada aprenda com a mãe e entre si, a mãe ensina os cachorros a “comportarem-se” e estes seguem-na por imitação; com os irmãos aprendem a brincar, e a socializar com outros cães.  Além de lhes ensinar as normas básicas de comunicação entre cães, a mãe também os ensina como atuar no meio envolvente em que vivem e a conviver com outros seres vivos.

Segundo o instituto do animal,

“a socialização do cachorro é indispensável na sua educação uma vez que isso vai prevenir comportamentos agressivos e medrosos no futuro. Além disso, um cachorro bem socializado é mais fácil de treinar e pode ser aceite com mais facilidade por outras pessoas e animais”.

Pode ler o artigo completo aqui:

https://institutodoanimal.pt/socializacao/

 
socialização do cão

O treino de socialização do Charlie

Consciente de tudo isto, procurámos um treino para o Charlie onde ele pudesse ter acesso a uma puppy class. Estas  aulas são dirigidas a cachorros entre os 3 e 6 meses de idade, e o objetivo é soltar os cães para  interagirem entre si, ou seja: deixá-los socializar sob a orientação de um treinador que vai falando sobre as diversas reações observadas. Os donos devem procurar não intervir  mantendo-se afastados do seu cão.

Para certos donos algumas das situações são  um pouco stressantes, pois  há momentos em que existe tensão entre os cães, por serem de várias  raças e terem feitios diferentes; uns querem brincar, outros liderar,  no entanto, a maioria destas situações é resolvida entre eles, terminando geralmente com o afastamento voluntário de um dos cães. Para mim, foi essencialmente importante perceber que na maioria das vezes em que vamos na rua com o nosso cão, quando se aproxima outro, mesmo que haja um rosnar ou uma atitude mais agressiva, os cães têm capacidade para resolver a questão entre eles.

No caso do Charlie, foi muito engraçado assistir a estas aulas. Na primeira vez ficou quieto a um canto a observar tudo o que se passava à sua volta. Os outros cachorros corriam, saltavam, cheiravam, pegavam-se entre eles, e o Charlie nada. Nas sessões seguintes começou a interagir com os outros com um único objetivo: brincar!!! Este cão adora brincadeira e quando apanha um que lhe dê troco, não pára. Infelizmente as aulas de puppies foram forçosamente interrompidas pela pandemia e o Charlie já não tem idade para as retomar. Irá em breve retomar as aulas de treino e obediência, pois é um verdadeiro rebelde! Nestas aulas também tem direito a momentos de socialização e brincadeira com outros cães, o que para ele é fundamental. Apesar de muito meigo, o Charlie é um cão que tem muita necessidade de brincar seja com pessoas ou outros cães, e nas suas brincadeiras “varre” tudo o que se lhe coloca pela frente.

Apesar da interrupção forçada da puppy class, (em que os benefícios de as frequentar foram enormes para todos nós),  hoje passeio-o na rua sem receio de encontros com outros cães. Na minha zona há parques para cães onde vamos habitualmente, e onde os cães podem andar à vontade, sem trela e socializar entre si. Estes são momentos de verdadeira felicidade para o Charlie!

labrador chocolate
No Comments

Post A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.